Marcadores principais

Conto: A arte do destino - parte 5

6.8.13





“Daniel? Como assim, você aqui?”, essa foi a pergunta que ficou na cabeça de Amélia depois de cerca de dois minutos olhando para ele, mas não chegou a fazê-la, não precisou. Logo Dona Melina viu o rapaz acompanhado de uma senhora (em quem Amélia nem tinha reparado) entrando e foi cumprimentar os dois, junto com Senhor Vinícius. Amélia observou a cena de longe até ser chamada por sua avó, que provavelmente reparou que ela e o rapaz não paravam de olhar um para o outro.

- Josiane, Daniel, essa é minha neta Amélia! – Disse Melina, apresentando Amélia aquela senhora e ao garoto que ela já conhecia, embora ninguém soubesse disso. – Mel, essa é Josiane, uma antiga amiga minha, e esse é Daniel, o seu neto. – Falou novamente, apresentando os dois a Amélia.

Agora estava explicado, Daniel era neto de uma amiga da avó de Amélia.

- Prazer em te conhecer Amélia. – Palavras de Dona Josiane, enquanto abraçava Amélia.
- Igualmente, Dona Josiane. – Respondeu.

Quando as duas se afastaram, chegou a vez de Daniel cumprimentar sua amiga.

- Oi Amélia! – Falou Daniel.
- Oi Daniel! – Respondeu.

Em seguida, Dona Melina pediu que os dois convidados fossem tirar uma foto com ela e seu marido. Os levou ao cenário e Amélia os fotografou. Duas fotos. A primeira ficou ótima, mas pediu que continuassem parados ali para uma segunda. Só que na segunda fotografia, ela deu zoom para o rosto de um dos três.
Guardou para sempre em uma imagem o rosto sorridente de Daniel.

Depois Dona Melina e Dona Josiane sentaram-se em algum lugar do salão para porem a conversa em dia. Senhor Vinícius voltou ao lugar que estava antes, conversando com Eduardo. Só ai Amélia e Daniel puderam finalmente conversar um com o outro.

- Vejo que dessa vez checou a bateria da câmera. – Brincou Daniel.
- Oh, sim, não se comete o mesmo erro duas vezes, correto? – Respondeu Amélia, sorridente. – Pensei que não te veria de novo tão cedo.
- Também pensei que demoraria a te encontrar novamente, mas por sorte sua avó é muito amiga da minha, e conheço ela desde que era uma criança. Inclusive minha mãe está bem triste por ter que faltar a festa da Melina, mas hoje é aniversário de uma de suas afiliadas, e ela não pode deixar de ir. – Respondeu ele.
- Há, isso explica bastante coisa! Demos muita sorte, não é mesmo? – Comentou Amélia.
- Com certeza! – Falou Daniel.
E depois ficaram calados por alguns minutos.

Entenda: geralmente, quanto mais a gente quer falar, quanto mais a gente está feliz de estar com uma pessoa, mais silêncio fazemos e mais superficiais são os nossos diálogos. Talvez seja por medo de falar algo errado, ou ainda por ficarmos pensado em uma frase perfeita que defina tudo que estamos sentindo no momento. O fato é que muitas pessoas perdem ótimas oportunidades por conta desse bug da raça humana.
Por sorte Daniel e Amélia não precisaram falar nada. A música foi uma ótima solução para o problema.

Primeiro começou uma música qualquer, quando a grande maioria dos casais levantou-se para dançar. Amélia e Daniel continuaram em silêncio. Então a música terminou, e começou outra. Mas essa era especial: Amélia tinha escolhido. Era Mine, da Taylor Swift. Ela estava até se distraindo com o comecinho da música, enquanto observava os casais dançando, quando ouviu uma pergunta, depois de tanto silêncio.

- Quer dançar comigo? – Perguntou Daniel, parecendo estar um pouco tímido.
- Claro que sim. – Ela respondeu, sentindo algo estranho e novo no estômago... Seriam borboletas?

E assim os dois começaram a dançar naquele salão. Não houveram mais palavras. As pessoas em volta pareceram desaparecer instantaneamente. Só existiam os dois, juntos, dançando. Logo o coração de ambos começou a bater mais forte, e eles perceberam. Se olharam, e naquele instante, souberam direitinho o que estavam sentindo. Puderam decifrar os pensamentos um do outro, e não precisaram de palavras para isso.

Amélia fechou os olhos e Daniel chegou mais perto. Os dois ficaram muito próximos, infinitamente mais próximos do que estavam durante a dança até aquele momento, de modo que conseguiram ouvir as batidas de seus corações. E por incrível que pareça, as batidas dos corações deles pareciam estar sincronizadas. E depois, houve um beijo apaixonado e verdadeiro.

Ninguém viu, todos os casais lá presentes estavam ocupados com sua própria dança. Quer dizer, todos menos Dona Melina e Senhor Vinícius, que estavam observando Amélia e Daniel já a um tempinho. Quando os dois se beijaram, Dona Melina até comentou baixinho as seguintes palavras: “eles formam um casal perfeito”. E Senhor Vinícius concordou, afinal essa era a mais pura verdade.
Oi! O que achou dessa parte do conto? Das que postei no blog até agora, foi minha favorita.
♦ Beijo grande e até a próxima postagem ♦

16 comentários:

  1. <3 "Do you remember we were sitting there by the water, you put your arm around me for the first time, you made a rebel of a careless man's careful daughter, you are the best thing, that's ever been mine..." <3
    Sem comentários, Taís. Música da Taylor Swift + cena mega romântica + casal mega fofo = <3 Amei!
    Beijos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <333 100% in love com essa música *---*
      Muito obrigada Sâmmy ^^ Fico feliz que tenha gostado! :D
      Beijos ♥

      Excluir
  2. Awn gente, que lindo! Estou apaixonada por esse conto >.<
    Muito fofo mesmo!

    Avisando que tem tag para ti no blog, amora.

    Att, Line
    Puta Merda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Line >.< Fico feliz que esteja gostando u.U
      Obrigada pela indicação, adorei a tag!

      Excluir
  3. ESSE POST ESTÁ SUJEITO A MUITA PERFEIÇÃO <3333333333
    Quanta divancia :3333
    P.S: Vai ter um próxima parte?
    Bjos

    - Garota em Chamas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUITO OBRIGADA TIA GIOH ^^
      <333
      Ps.: vai sim!!
      Beijos ♥

      Excluir
  4. Awn Taís, que garota romântica você *-* Coisa mais fofa, quero logo o sexto hein.
    "Só que na segunda fotografia, ela deu zoom para o rosto de um dos três.
    Guardou para sempre em uma imagem o rosto sorridente de Daniel." Tchu, tchu, OMG.
    Tantos trechinhos <3 muito fofo!

    Beijoca!

    Foreverbia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *---* Até eu me surpreendi com o nível de fofura e romantismo que consegui por nesse conto =P
      Fico feliz que tenha gostado dos trechinhos ^^
      <33
      Beijos ♥

      Excluir
  5. Tô in looooooooooooooooove com esse conto, sério, lindo, romântico, perfeito!
    So... nhaac com muito glacée!
    Bonjour, Une Glacée ♥ | Vem viajar comigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada ^^ Fico feliz que esteja gostando!!

      Excluir
  6. Nossa muito emocionante escutar “A Thousand Years” e ler a parte 5 do meu conto favorito, e, terminando de ler o conto com “Garotas não merecem chorar”.... Muito fofo! !!

    Mostrando Quem Somos
    http://mostrandoquemsomos.blogspot.com

    ::: Kisses :::

    ResponderExcluir
  7. Meu deus, eu preciso ler a 6, eu estava esperando por esse momenti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Momento de ~~fofura suprema~~ haha! ♥ A 6 não vai demorar ;)
      Fico feliz que tenha gostado *O*

      Excluir