Marcadores principais

Somos Quem Podemos Ser #4

26.4.14

Capítulo 4:
Que a maratona comece!


- Lina, acorda! – Dizia a mãe de Melina, enquanto sacudia seus ombros naquela segunda-feira -Você está atrasada!
Melina abriu os olhos, mas fechou-os novamente.
- Só mais dois minutinhos... – Pediu.
- Melina! São 06:30h.
Rapidamente, Melina arregalou os olhos e pulou da cama. “Como eu não ouviu o despertador?” pensou, mas logo em seguida lembrou-se de que havia se esquecido de ativar o alarme do despertador. Muito inteligente, Lina. Você é genial! 
Ela precisava se arrumar em tempo recorde e, de maneira alguma, poderia chegar atrasada logo no primeiro dia de aula. Deveria estar na casa de Lúcia ás 06:50h. Tinha 15 minutos para se arrumar, e 5 minutos para caminhar até a casa da amiga. “Que a maratona comece!”, pensou.

***

Roberto já estava com a sua mochila nas costas e com sua cópia da chave da casa nas mãos. Tomou todo o cuidado possível para ser silencioso naquela manhã, mas algo fez com que seu avô acordasse. Talvez senhor Adélio tenha desconfiado que o neto não fosse cumprir a promessa de faltar ao primeiro dia de aula, ao segundo, ao terceiro...
Falte quantos dias forem precisos para se recuperar, filho, foi o que dissera. Roberto concordou, mas apenas porque achou melhor não discutir com seu avô e dizer que quem precisava se recuperar era ele. Que, na verdade, ele estava caducando por querer que seu neto faltasse aos primeiros dias em uma escola nova apenas porque mais uma pessoa foi embora.
- Pensei que tivéssemos conversado. – Disse senhor Adélio, ao ver Roberto na porta da casa, pronto para sair.
- Você conversou, eu só ouvi. Não concordei em momento algum.
- Seria melhor para você esfriar a cabeça... Eu acho que... – Ele iria continuar falando, mas Roberto lhe interrompeu.
- Vô. Eu to bem, é sério. Volto no meio dia, está bem?
Senhor Adélio suspirou e falou a única coisa que sobrou para dizer:
- Se você insiste, boa aula, Roberto.
Roberto assentiu com a cabeça e se foi.

***

- Lúcia, nós vamos sair. – Disse Lucas, o pai de Lúcia, quando já era 06:52h, os dois estavam dentro do carro e nada de Melina aparecer.
- Só espere mais um minutinho, pai...
- Vou contar até dez. Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, no... – E, no número nove, foi interrompido pela filha.
- Olha, ela tá chegando!
Na esquina da rua de Lúcia era possível avistar uma garota completamente descabelada correndo loucamente em direção ao carro de Lucas. Quando eles dois repararam no estado em que o cabelo de Melina se encontrava, não conseguiram conter as risadas!
Melina abriu a porta do carro e entrou.
- Desculpem o atraso. E não tem graça! – Comentário este que só os fez rir mais ainda.
Melina tirou um pente da mochila e, felizmente, conseguiu reparar estragos. Okay, ela 1) havia se atrasado dois minutos e 2) as pessoas que estavam na calçada a encaravam e riam enquanto ela corria, mas, de qualquer forma, a maratona foi vencida com sucesso!

***

Ao chegar à escola, Roberto encontrou a sala da sua turma, EM 112, vazia. As classes estavam distribuídas em duplas, e haviam apenas mochilas largadas em algumas delas, marcando território. Todos os seus colegas estavam lá fora ou ainda não tinham chegado. Ele escolheu seu lugar: último na fila da parede, na classe da direita. Só estava torcendo para que as pessoas barulhentas - que sempre existem nas turmas - se sentassem do outro lado da sala e, claro, para que o deixassem sozinho.
Sentou-se na cadeira escolhida. Pegou seu celular e fones de ouvido. Se ele estava pronto para a aula? Talvez não. Pronto para ignorar o mundo? Isso com certeza.

***

- Obrigada pela carona, tio! – Disse Melina sorrindo para o pai de Lúcia, ao chegarem à escola. Lucas apenas sorriu em resposta.
- Ansiosa? – Perguntou Lúcia, enquanto caminhavam em direção a sala de aula.
- Um pouco, eu acho... E você?
- Também, um pouco.
Elas passaram por alguns grupinhos de alunos conversando animadamente e, em fim, chegaram na sala da EM 112. Melina deu uma boa olhada: era uma sala grande, com classes organizadas em duplas, e haviam poucos alunos dentro dela. Apenas duas meninas sentadas na terceira dupla da fila do meio, conversando; e um garoto com fones nos ouvidos, sentado escorado na parede, no fundão da sala, que parecia imensamente concentrado em seu celular.
- E então, sentamos aonde? – Perguntou Lúcia.
- Que tal ali? – Melina apontou para o terceiro lugar da fila da janela, e foi exatamente ali que as duas se sentaram.
Não demorou muito para que os outros alunos entrassem na sala, para que o sinal batesse e uma jovem  e animada professora cruzasse a porta.
- Bem vindos ao ensino médio! - Disse, sorrindo.
Melina olhou com atenção para a professora: baixinha, magra, cabelos e olhos castanhos. Estava usando uma camiseta com a seguinte frase: um livro é um brinquedo feito com letras. Melina sequer a conhecia, mas já gostava dela.
Para ler o capítulo anterior, clique aqui.

12 comentários:

  1. Que primeiro dia de aula corrido, hein? Mas que bom que deu tudo certo para a Melina - também, depois daquela maratona, ela merecia seu alívio, rs. Espero que o Roberto consiga melhorar daqui para frente, afinal, escola nova, mudança de ares... E tenho certeza de que a Melina fará uma grande diferença na vida dele, não? Mas, ei, sem spoiler, veremos no decorrer da webnovela! <3 Rsrsrs
    Ansiosa por mais capítulos, já!
    Beijos...

    Obs: Desculpa por ter estado ausente durante esse tempo, Taís, mas é que a vida escolar aqui anda uma correria só. Tanto trabalho de uma só vez! Mas vou procurar ficar mais ativa, esse blog já faz parte das minha visitações diárias <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, correria total! Sorte que a Lina é uma maratonista de sucesso kk'. Sim, nada de spoilers, senhorita u.U Seus comentários, sempre me deixando feliz! :)
      Beijos ♥

      Sem problemas! Vida escolar, sempre corrida... sei como é, também ando com vários trabalhos e provas para fazer .-. na verdade, ainda nem é taaaanta coisa assim, mas para quem estava acostumada com a moleza da 8ª série, tá puxado!
      Ontem, inclusive, eu tive uma prova de literatura e a última questão dizia mais ou menos assim: "escreva uma poesia com emoção, criatividade, e sinceridade sobre sua experiência até o momento no primeiro ano do ensino médio", e o título da minha poesia foi "Cuidado para não pirar", porque, afinal de contas, a professora pediu sinceridade :p
      Em fim, fico feliz em saber que meu blog faz parte das suas visitações diárias ♥ saiba que os seus também fazem parte das minhas, Sâmmy! :)

      Excluir
    2. Ah, sua linda, me dá um abraço - há sei lá quantos quilômetros de distância, mas, hey, amizades virtuais são assim mesmo <3
      Realmente, tem muita diferença entre o a oitava série e o primeiro grau. Até porque a coisa toda fica ainda mais independente e começa a contagem regressiva para o ENEM e... parei por aqui - até porque, esse ano, vou lá me aventurar na prova, oh, God.
      Só... sério que tinha essa questão? O.o Na boa, eu acho que teria ficado sem nota assim; não sou muito de funcionar sobre pressão; palmas para você! (e pela sinceridade, claro, inclusive: vou seguir essa frase e não pirar como as coisas estão, hehe)

      Excluir
    3. Sinta-se abraçada <3
      Né? É muito diferente! O mais difícil até agora, para mim, foram as provas. Minha antiga escola era fraquiiiinha e as provas tinham questões beeem mais fáceis que os exercícios. Agora é o contrário :C
      Também vou fazer ENEM esse ano (e ano que vem, todos os anos), bate aqui o/
      Sério! Eu também não funciono bem sob pressão, e não achei que minha poesia ficou lá grande coisa, mas dando para tirar uma nota decente, tá valendo! :p
      Precisava ter 4 estrofes. Duas de 4 versos e duas de 2 versos. Ficou mais ou menos assim:

      Cuidado para não pirar

      Chego em casa
      Onde estará meu tempo?
      Meu precioso tempo
      Para respirar?

      Nada de relaxar,
      Apenas estudar

      Tenho que aprender
      Tomar cuidado para não pirar
      Respirar fundo,
      E vamos lá!

      Está na hora de crescer
      Sem jamais deixar de sonhar.

      Acho que dá para tirar uma nota legal com isso, né? >.<
      (Sim, siga essa frase! Força para nós, estudantes sobrecarregadas de trabalhos escolares desse país! kkkk')

      Excluir
  2. Isso que chamo de um dia corrido.Melina fez tempo record hein.Acho que ela vai fazer diferença na vida de Roberto.
    Ansiosa pro proximo capitulo.
    Bjs
    diario-de-uma-adolencencia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Eu não conseguiria ter feito nem metade do que a Melina fez nesses 20 minutos kk'. Talvez ela faça a diferença na vida dele, sim...
      Beijos ♥

      Excluir
  3. Primeira vez que leio sua web e já estou apaixonada! Escreves muito bem, viu, Taís? Já estou correndo para ler os capítulos anteriores e acompanhar direitinho, hehe. E ó, sei exatamente como é essa correria da Melina, infelizmente. Este ano, estou acordando bastante tarde para ir ao colégio, e tenho que me virar em 15/20min. Isso sim, é o que chamo de correria! Mas, fazer o quê, não é? Enfim, adorei, de verdade a história da Lina e acredito que ela vai ter um papel importante na vida do Roberto, hein? Estamos de olho... Hahaha.

    Beijão!
    ♡ World Cutest ♡ | Fan-page | Twitter pessoal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Anna, sua linda! :DDD Sério? Como você consegue se virar tão rápido assim? O.o Eu acho que não conseguiria nem se a minha vida dependesse disso! Sou lerda demais :p Fico feliz que tenha gostado ♥
      Beijão! =)

      Excluir
  4. Perfeitaaa Taís *O* hehehe, parabéns pelo web série <3 Quero a continnuação logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuito obrigaaaada Yasmin, sua linda! *O* ♥

      Excluir
  5. Taís *pessoa mt feliz cm a nova internet*, li todos os capítulos e, sua linda, você está escrevendo cada vez melhor, amei os contos e você está parecendo com a Gina de "Meu Pedacinho de Chão" ou a personagem principal de "Valente" nessa foto de perfil... mas tá mt linda!!! Bjs..

    http://mostrandoquemsomos.blogspot.com
    http://resenhas-e-musicas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula! *huhul, ~~le dancinha da felicidade~~* \O/ Muito, muito obrigada, sua divaa!! ♥ A protagonista de Valente é diva demais u-U Haha' Thanks!!!
      Beijos ^^

      Excluir