Marcadores principais

Memórias de uma infância colorida

8.6.14

A Poem A Day 8 - Tema: Infância
Memórias de uma infância colorida


Caminho, outra vez. Pela minha rua, que já há muito tempo deixou de ser minha. Olho para as casas de meus amigos de infância, que já há muito tempo deixaram de ser meus. Olho, outra vez, para a rua. Em frente. Vejo claramente nós, juntos, brincando. Três cortes, caçador, pega-pega, esconde-esconde, e outras brincadeiras das quais não lembro o nome. A nostalgia me invade. Mentira, ela está sempre presente.
Por que tínhamos que crescer? Por que tínhamos que mudar? Por que, em fim, acabamos por nos afastar? É triste olhar para essa rua que já foi tão colorida e, mesmo com o sol brilhante que faz no céu, enxergá-la tão cinza - para mim, essa é a cor da saudade, a tão triste realidade de que algo que amamos se foi.

 Um beijo, Taís K.

2 comentários:

  1. Eu sei, tenho só doze anos e ainda brinco de ciranda cirandinha, mas ainda assim esse texto me lembra tantas coisas... De quando eu tinha dez anos, de quando eu tinha sete, de quando eu tinha cinco. De quando tudo era brincadeira.
    photo-and-coffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. nossa, apaixonei mais uma vez *-*
    Por que a infância passa tão rápido, né? E por que tudo muda depois que crescemos? ;/ Mas o que importa são as boas lembranças, as incansáveis histórias que temos para contar.
    Amei muito seu textinho, Taís.
    Ah, também brincava de três cortes rsrs
    Beijinhos ;*

    princesas-adoradoras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir