Marcadores principais

Somos Quem Podemos Ser #8

28.9.14

Capítulo 8:
Olhares cruzados


Ouviram-se, então, risadinhas e alguns “own” vindos da turma. Felizmente Melina não tinha um espelho por perto para se dar conta do seu estado atual de pimentão. Por que diabos a professora fez uma combinação tão constrangedora? – era o questionamento que não saía da mente de Lina. Ela olhou para prof.ª Cecília, e percebeu que ela sorria enquanto olhava para os alunos da turma – que, agora, em maioria, estavam conversando, alguns, ainda rindo.
Melina olhou, então, para o coração sem amor, que, no momento, mantinha seus olhos em sua própria classe. Melina reparou que seu rosto estava um pouco rosado, provavelmente corado com a vergonha. Ele não estava sorrindo, nem emburrado, apenas com cara de paisagem. Melina ainda estava observando-o quando ele levantou os olhos e os olhares de ambos se encontraram.
Existe momento mais constrangedor do que aquele no qual o seu olhar se encontra com o olhar da pessoa que você está encarando? Você morre de vergonha, e desvia rapidamente o olhar, como se dissesse “eu não estava te encarando, apenas olhando em volta, e, acidentalmente, meu olhar cruzou com o seu”, mas a pessoa encarada sabe que é mentira. Principalmente pela maneira brusca na qual você desvia o olhar, como se estivesse fugindo – porque você realmente está.

***

Roberto estava achando aquilo tudo muito estranho e tomou um grande susto no momento em que foi olhar para o tal amor em seu coração e a garota já estava lhe observando. Ele logo desviou o olhar, assim como ela. Roberto notou o rosto super corado dela, e achou isso engraçadinho – tão engraçadinho que até sorriu.
A professora, então, pediu silêncio para a turma e falou:
- A próxima etapa da atividade é a seguinte: vocês irão se reunir com suas duplas e realizar uma pequena entrevista com o outro membro da dupla. As perguntas da entrevista serão ditadas por mim. Ambos serão entrevistados e devem escrever, em seu caderno, as perguntas e as respostas dadas pela sua dupla. Agora, podem ir sentar com suas duplas.
O círculo de classes foi se desfazendo enquanto os alunos combinavam entre si o local no qual iriam se sentar. Roberto sinalizou para Melina ir se sentar no fundão, e ela levou sua classe para lá. Sentaram-se lado a lado, não trocaram uma palavra. Prof.ª Cecília, então, ditou as perguntas. Em seguida autorizou os alunos a começarem o questionário. Eram questões bem simples. Melina começou perguntando para Roberto algo que já sabia:
- Qual o seu nome?
- Roberto. E o seu?
- Melina.
Ambos escreveram o nome um do outro como resposta da primeira questão.
- Idade? – Perguntou Roberto.
- 15 anos. E você?
- 16.
Escreveram outra vez.
- Qual a sua religião? – Perguntou Melina.
- Católica.
- A minha é católica também.
Escreveram novamente.
- Seu signo? – Perguntou Roberto.
- Leão. E o seu?
- Áries.
Escreveram.
- Banda ou cantor favorito? – Questionou Melina.
- Guns N' Roses, e você?
- Tenho duas: Paramore e Of Monsters And Men. – Respondeu Melina enquanto anotava a resposta de Roberto.
- Of monsters e o que?
- And men. É uma banda de folk.
- Funk? – Roberto estranhou.
- Não, folk! Com "O". – Melina deu risada.
- Ah... Nunca ouvi falar dessa banda.
- É bem legal. As músicas são bem calminhas, você viaja para outro mundo enquanto as escuta.
- Legal. Só que eu não curto muito músicas calminhas. Próxima pergunta: comida favorita? – Roberto disse enquanto anotava a última resposta.
- Pizza hoje, amanhã e sempre.
Roberto sorriu.
- Faço das suas palavras as minhas.
Escreveram, e Melina disse:
- Próxima: com que você mora?
- Com meus avós. E você?
- Com meus pais.
Anotaram.
- Qual a sua cor favorita? – Roberto perguntou.
- Verde, quase todos os tons de verde que existem. E a sua?
- Azul, vários tons de azul também.
Escreveram, e Roberto perguntou:
- Livro favorito?
- Hm... Vários, cara.
- Gosta de ler?
- Muito!
- Diz o último livro que entrou para sua listinha de favoritos, então.
- Procura-se Um Marido, da Carina Rissi.
Só depois de ver a expressão debochada no rosto de Roberto que Melina pensou sobre o título do livro que acabara de citar.
- Ei! Não julgue um livro pelo título. Sério, não é o que parece. É um romance bem legal, e, ao contrário do que o título sugere, a protagonista não é uma garota doida que sai por ai procurando um cara para casar com ela.
Enquanto Melina explicava, Roberto escrevia o título do livro em seu caderno. Ele estava sorrindo.
- Bom saber. Meu livro favorito é A Lista Negra, de Jennifer Brown. É ótimo. Mas não sei se você gostaria, a história não é nada fofinha.
- E quem foi que disse que eu só gosto de histórias fofinhas? Sou bem eclética. – Retrucou Melina, enquanto anotava a resposta de Roberto.
- Então leia A Lista Negra quando puder, é muito bom mesmo. Filme favorito?
- Tá Chovendo Hambúrguer.
- É sério?
- Sim. Esse filme me conquistou logo no comecinho. Ele começa com o protagonista dizendo: “você já teve a impressão de que era uma pessoa meio diferente, como se tivesse alguma coisa muito especial para oferecer ao mundo, mas que ninguém consegue enxergar? Então você sabe exatamente como eu me sentia, como era ser eu.”
- E você decorou esse trecho?
- É impossível não decorar, eu assisti umas mil vezes!
Enquanto Roberto anotava o nome do filme, Melina parou para pensar como estava sendo estranha essa conversa que ela estava tendo com ele. Roberto estava se mostrando uma pessoa bem mais legal do que foi na atividade em quarteto que fizeram juntos mais cedo.
- Meu filme favorito é Viagem Ao Centro Da Terra.
- Eu já assisti, é bem legal. – Disse ao anotar.
- Sim. Última pergunta: o que você achou dessa atividade?
- Apesar de constrangedora em determinados momentos, achei bem legal. – Melina nem pensou direito na resposta, saiu naturalmente.
- Exatamente. – Roberto respondeu, simplesmente.
E escreveram.
Para ler o capítulo anterior, clique aqui.

16 comentários:

  1. Own mas que cute! Amei *--* continue logo! xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Pode deixar, continuarei *----*
      Xoxo ♥

      Excluir
  2. Sei lá,pode ser só impressão, mas a Melina parece com você '--------------' Enfim, eu tô achando a coisa mais fofa, leria um livro inteiro de uma só vez! <3
    photo-and-coffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é só impressão sua não, fiz a Melina inspirada em mim, porque eu me amo -q Fico feliz em saber disso, Belle! ♥ Obrigada!

      Excluir
  3. Só dei uma olhada, pois já tinha lido quando o post ainda estava na edição (edição final), mas só sei de uma coisa esse texto ficou muito fofo e só eu e quem é ou já foi aluno da Prof. Eliane Zimmer saberão de onde surgirão essa perguntas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yes, a Paulla lê antes porque a Paulla é VIP! Ashuashaus' Obrigada! Sim, sim. Quem diria que essa brincadeirinha da prof.ª Eliane futuramente iria virar uma parte de uma história que estou escrevendo? Sério, eu não imaginava.

      Excluir
  4. Essa Web Novela está muito lindaa. *----* Amo um bom romance, e estou amando seguir os capítulos. kkkkk Vou ler os que deixei para trás. kkkkkk Quero saber como terminouuu. ♥♥♥ kkkk

    Bjos
    > Sentido Literário <

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Fico feliz que esteja gostando! ^^
      Beijos ♥

      Excluir
  5. Mds, fica mais perfeita a cada dia <33

    ResponderExcluir
  6. Essa Web Novela é simplesmente muito linda e fofa. Melina tem o seu jeitinho, se é que já não te disseram isso. Posso dizer agora que com certeza vou continuar lendo e amando muito cada capítulo.
    Parabéns e muitos beijos, Florzinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Sim, já me disseram isso, e é verdade. Fiz a Melina inspirada em mim mesma =p Muito obrigada mesmo, Josy!
      Muitos beijos! ♥

      Excluir
  7. "- Funk?
    - Não, folk!"
    HAHAHA, eu ri muito! Cara, se a Melina gostasse de funk eu ia bater nela u.u rumm' (brinks e.e hsauhsau ~ou não :p ~)

    Awn, seus fofinhos *-*. Só eu que achei a Melina parecida com você, Taís? Sei lá, imaginei você como ela quando eu estava lendo hushausha. E acho que todas as personagens meninas que você cria sempre tem um pouco de você. E talvez seja assim com todos(as) os(as) escritores(as) né? Sei lá, hahaha. (Sim, acabei de chamar você de escritora u.u).

    Adorei, como sempre, e no final da vontade de gritar "cara, se peguem logoooo", ta parei e.e. (mas se peguem rápido u.u hsauhsu). Esta tudo indo bem, tudo muito bom, e prevejo alguma reviravolta ae.... hm....

    É isso, e mais uma vez, adorei <3.

    Tchauuu o/
    justadreamer.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ASAHSUHAUSHHAUS' essa coisa de confundirem folk com funk seeempre acontece! Sério. Yasmin, sua malvada! =p kkkkkk'
      Nops! Vááárias pessoas já me disseram isso, e é verdade. Minha ideia era fazê-la um pouco inspirada em mim, mas acabei exagerando na dose, confesso. Haha, ta aí uma boa verdade! Talvez seja assim com todos os escritores mesmo, acredito que é. Status: me sentindo honrada porque a Yasmin me chamou de escritora ♥
      KKKKKKKKKKKK' pode acreditar: eu também quero que eles se peguem logo, mas isso ainda vai demorar, acho. Keep calm! Reviravolta, é? Veremos...
      Muito, muito obrigada meeesmo!!! <3
      Tchauuu! \o

      Excluir
  8. Aii Taís, tá perfeito! Sério *o*
    Fazia um tempão que não vinha aqui mas to louca pra saber como vai acabar o romance entre a Melina e o Roberto u.u
    Ai, faz o próximo por favor u.u hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ele sorriu! AI MEU DEUS, ELE SORRIU! Não só uma como TRÊS VEZES! Não faz isso comigo, Taís. Eu já sofro demais com esses casais maravilhosos e você põe o Roberto e a Lina para eu me iludir, é sacanagem. Eu já disse isso antes e repito quantas vezes me der na telha: você escreve bem demais. Além do meu follow, acabou de ganhar mais uma fã! <3

    Beijos!

    ResponderExcluir