Marcadores principais

Primeiras Impressões

1.12.14

Poem A Day 01 - Tema: O Começo
Primeiras Impressões


Guarde sempre consigo o seguinte conselho: jamais acredite em primeiras impressões. Elas raramente estão certas porque, quando você conhece uma pessoa, é muito normal que ela esteja pronta para te impressionar, mostrar o seu melhor lado a você. Ninguém jamais irá dizer algo como “Oi! Prazer em conhecê-lo! Eu sou fofoqueira e homofóbica!” na primeira vez em que falar contigo. Assim como você também não irá ser 100% sincero em uma primeira conversa. Não adianta negar! Ninguém é. Todos temos um lado negro a esconder, afinal de contas. E, caso você creia realmente que não tens um lado obscuro, saiba que, na verdade, você apenas não o descobriu ainda.
Eu costumo comparar primeiras impressões com primeiros meses (ou semanas, dependendo do caso) de namoro: no início, tudo é bom, porque, logo no começo, as pessoas se esforçam em esconderem seus defeitos. O impaciente pode até mesmo se passar pela pessoa mais paciente do mundo se estiver a fim de te impressionar, mas você pode ter certeza de que isso não vai durar pra sempre. Sempre chega um momento em que a máscara cai. E existem máscaras que caem mais cedo do que outras, então, não há um prazo mínimo de convivência específico para que você descubra como a pessoa realmente é. Mas toda a verdade escondida há de ser revelada um dia, isso eu garanto.
Nós geralmente nos decepcionamos com os outros porque acreditamos cegamente na falsa imagem da máscara. E, mesmo que inconscientemente, todos usamos uma. Quando as máscaras das pessoas que amamos caem, cabe a nós decidirmos se vale a pena ou não conviver com o defeito. Se aquele defeito anteriormente tão escondido é fatal ou não para nós. Mas e o defeito que tu escondes? Quando revelado, será fatal para aqueles que te amam e que ainda acreditam em começos?

 Beijos, Taís K.

10 comentários:

  1. Só tenho uma coisa a dizer: Taís e seus textos divos.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Taís gostei do texto porque é muito verdadeiro, e é uma coisa que eu vou tentar me lembrar sempre, já que geralmente erro nas minhas primeiras intenções. Seu texto me lembrou um episódio de How I Met Your Mother em que os "vidros quebram" não lembro o nome ou o numero do episodio, mas lembro que nele, os personagens começavam a perceber manias, nesse caso irritantes, dos amigo que eles nunca tinha percebido antes.
    Enfim, vou tentar te acompanhar no desafio e comentar em todos.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também geralmente erro nas minhas primeiras impressões! Nunca tinha ouvido falar de How I Met Your Mother, vou procurar saber mais!
      Muito obrigada, Joyce! ♥
      Beijo!

      Excluir
  3. Nossa! Parabéns, Taís ♥
    Além de lindo, muito reflexivo.

    www.princesasadoradoras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu adorei, Taís! O legal de seus textos são as frases filosóficas e fáceis de entender, o que deixa o texto mais compreensível. u também comecei o Poem a Day, e espero que eu consiga termina-lo. Estou ansiosa por mais Poem a Day aqui no blog!
    photo-and-coffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Belle! ♥ Tô indo no seu blog agora conferir seus textos! \O/

      Excluir
  5. é aquilo de não julgar o livro pela capa. as vezes conhecemos uma pessoa que não esta num dia bom , e tiramos nossas conclusões dai.

    www.espelhoamigoblog.com

    ResponderExcluir